terça-feira, 22 de maio de 2012

STRESS E O PROFISSIONAL


10 sinais de um profissional estressado

Cada vez mais as pessoas se vêem impelidas a conviverem com a correria do dia a dia. Isso se evidencia não apenas no campo pessoal, como também no corporativo. Dentro das organizações, os profissionais convivem com um ritmo acelerado e um ambiente altamente competitivo e que leva a uma constante busca pela qualificação nos mais variados segmentos. O resultado: pessoas com sinais de estresse que, nem sempre, são perceptíveis e quando identificados estão em níveis elevados que podem comprometer a carreira do mais delicado e talentoso colaborador. Confira abaixo, alguns sinais claros do estresse que podem estar presentes em você, no seu colega de trabalho ou na sua equipe.
1 - Desânimo visível - Geralmente, o estresse quando se encontra em nível avançado leva as pessoas a um estado de desânimo constante. Lógico que há dias em que o indivíduo está mais cansado, devido a algum fator. No entanto, a constante falta de ânimo na vida de alguém sinaliza que algo não vai bem.
2 - Detesto o despertador - Há pessoas que quando acordam durante a semana e escutam o despertador sentem vontade de quebrá-lo, porque ele avisa que chegou a hora de levantar e ir para o trabalho. O fato de acordar cedo deixa muitas pessoas com preguiça. Mas quando se acorda com o sentimento de quem vai para local desagradável e que só vai proporcionar-lhe momentos de angústia, isso não é uma rotina saudável.
3 - A saúde pede socorro - O estresse tem levado muitas pessoas a sentirem reflexos diretos na própria saúde. Quando um profissional começa a apresentar sintomas constantes como enxaquecas, problemas no estômago, insônia, falta de apetite, entre outros, é hora de fazer de procurar um médico e fazer um check-up.
4 - Líder X Liderados - Quando é o líder que apresenta sinais claros de estresse, certamente sua equipe irá acompanhá-lo. Isso porque mesmo que tente não afetar sua performance, a liderança culminará transferindo para os demais profissionais os reflexos que o estresse lhe causa.
5 - Desempenho - Mesmo que o profissional tente dar o melhor de si, ultrapasse o horário do expediente para cumprir com suas responsabilidades, sua performance sofrerá uma queda, caso ele se encontre em um estado de estresse já avançado. O fato de não "dar conta do serviço" só o deixará angustiado e com o sentimento de que não é competente suficiente para atender às expectativas da organização.
6 - Não saio do lugar - Outro indicador que demonstra sinais de estresse no funcionário é quando ele demonstra comprometimento, realiza suas atividades com muito esforço e mesmo assim tem a sensação de que trabalhou, trabalhou, mas não "saiu do lugar". Tudo parece fugir ao seu controle e o que deveria ser prioridade, ele acaba deixando em segundo plano porque não consegue mais dar um norte às suas atividades.
7 - Autoestima - Geralmente, uma pessoa estressada sente sua autoestima "em baixa", afinal ela se encontra em estado de desequilíbrio no campo pessoal e profissional. Por essa razão, muitos necessitam buscar a ajuda dos profissionais da área de saúde, para que receba as orientações necessárias.
8 - Paciência zero - Existe um velho ditado popular que diz "De gota em gota, o copo transborda". Fazendo uma analogia com o profissional estressado, observa-se uma visível mudança de comportamento como, por exemplo, presença do mau humor que pode "explodir" a qualquer momento. Mesmo aquelas pessoas consideradas calmas, quando estressadas, podem apresentar momentos de tensão mesmo de situações consideradas irrelevantes.
9 - Conflitos com os colegas - Quando o estresse atinge o humor de um profissional, aumentam-se as chances de aumentarem os conflitos entre os membros de uma equipe. Logicamente, isso prejudica o clima e os demais profissionais embarcam, inconscientemente, no "leme" do fator estressante.
10 - Além da empresa - O estresse não fica restrito apenas ao ambiente organizacional. Quando o colaborador deixa o ambiente de trabalho e vai para sua casa, ele carrega consigo toda a bagagem do dia e terminar por "descarregar" sua tensão nos membros da sua família. Para piorar a situação, surgem os conflitos entre os cônjuges, os filhos, os pais e qualquer outra pessoa que esteja por perto. Tudo se transforma numa verdadeira bola de neve.

Nenhum comentário: